Medicamentos de alto custo

remedios

Segundo a Constituição de 1988, todo cidadão tem direito ao amplo acesso à saúde, incluindo medicamentos.

O Sistema Único de Saúde (SUS) assegura os remédios para tratamento de algumas doenças, como por exemplo: insuficiência renal crônica, tratamento de hemodiálise, hepatite ‘C’, hemofilia, pacientes submetidos a transplantes, esclerose múltipla, anemia falciforme, psoríase, puberdade precoce e quimioterapias (câncer).

Mais de 200 tipos de medicamentos de alto custo são distribuídos, gratuitamente, pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES) (Clique aqui para ver a lista completa). Entre eles, está o Palivizumabe, um anticorpo contra o Virus Sincicial Respiratório (VSR), que é um dos principais causadores de doenças como bronqueolites em crianças nos primeiros anos de vida, principalmente bebês prematuros e crianças menores de dois anos com doenças cardíacas e respiratórias graves.

O atendimento aos beneficiados é feito nas farmácias localizadas nas Gerências Regionais de Saúde (GRS) em todo o Estado. Para ser atendido, é necessário abrir um processo administrativo, avaliado conforme portarias e protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

Para mais informações, acesse o site da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais.

Para saber quais os documentos necessários e mais informações: (Clique aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>