Tag Archives: palestra

Palestra – Síndrome de Down: do momento da notícia às notícias do momento!

cartaz_palestraParticipe da primeira palestra do ano, promovida pelo Minas Down, que abordará aspectos gerais da síndrome de Down (SD)!

Clique aqui para fazer a sua inscrição (até o dia 24/02/16) –

Tema: Síndrome de Down: do momento da notícia às notícias do momento
Data: 27/02/16
Horário: 9h30 às 12h
Valor: R$ 30,00 (o valor arrecadado servirá para custear as despesas de transporte e alimentação da palestrante, além do welcome coffee)
Local: Auditório da Localiza (por endereço)
Palestrante: Dra. Ana Claudia Brandão (pediatra responsável pelo ambulatório para crianças e adolescentes com SD do Hospital Israelita Albert Einstein e do Projeto Einsten na Comunidade de Paraisópolis – São Paulo)

 

 

Palestra sobre alfabetização e adaptação curricular

Inscrições abertas!

Para efetuar sua inscrição clique aqui: https://docs.google.com/forms/d/12Gh8nqmwZ1q4mqvvoMBZBal0a8ZKol2hPM563rFPyi8/viewform

leticia 3   Vamos discutir sobre o processo de alfabetização, propondo estratégias e materiais que facilitem a aprendizagem, além de explorar a adaptação curricular, imprescindível para o sucesso da inclusão do aluno com deficiência? A palestrante Leticia Silva, que tem mais de 10 anos de experiência em inclusão de pessoas com deficiência, vai nos ajudar a explorar esse tema pela SEGUNDA VEZ!

Minas Down realiza palestra sobre educação para potencializar processo de alfabetização e adaptação curricular

No dia 27/06/15, o Minas Down realizou mais um evento para pais, familiares e profissionais. “Potencializando o processo de alfabetização e adaptação curricular: uma possibilidade para alunos incluídos na escola comum” foi o tema da apresentação da fonoaudióloga Letícia Silva, que também é especialista em Motricidade Orofacial, Psicopedagoga com experiência em Atendimento Educacional Especializado e Consultora em Educação Inclusiva.

O contleticia2eúdo da palestra não foi direcionado apenas aos alunos com síndrome de Down (SD). Foram discutidas dicas e estratégias que facilitam o processo de alfabetização dos alunos com deficiência, mostrando que eles passam pelos mesmos processos de alfabetização que as demais pessoas, porém podem necessitar de um tempo maior e estratégias/materiais mais concretos para efetivar a aprendizagem. A fonoaudióloga mostrou recursos práticos a serem utilizados em sala de aula e em casa.

“É importante os professores identificarem as potencialidades dos alunos incluídos, valorizando suas habilidades, ao invés de reforçarem as limitações. É necessário respeitar o tempo e limite do aluno, mas sempre propondo atividades desafiadoras para que ele se sinta motivado”, destacou Letícia Silva.

Também foram discutidas as adaptações curriculares, como um recurso que possibilita a participação do aluno com deficiência no contexto que está sendo trabalhado em sala de aula, porém respeitando o nível de competência/habilidade do aluno. “Portanto, ao fazer as adaptações de atividades, o professor precisa estar atento para não fugir do assunto trabalhado com os demais e propor uma atividade completamente diferenciada, que acaba excluindo o aluno”, finalizou a fonoaudióloga.

Ao final da palestra foram mostrados exemplos práticos e discutido com os participantes formas alternativas de adaptar as atividades escolares, de forma rápida, em sala de aula ou em casa, propiciando a participação efetiva da pessoa com deficiência incluída na escola comum.
O contato da Letícia Silva é fonoleticia@yahoo.com.br

Conhecendo a síndrome de Down – Dr. Zan Mustacchi

361

Aproximadamente 200 pessoas estiveram presentes na palestra “Conhecendo a síndrome de Down”, ministrada pelo médico geneticista e pediatra, especialista em SD, Dr. Zan Mustacchi, no dia 25/04/15, no auditório da faculdade Estácio de Sá, em Belo Horizonte.

Com duração de quase sete horas (a previsão inicial era de quatro horas), o médico deu uma aula completa sobre as alterações presentes no organismo de quem tem a trissomia do 21.

Com dicas de nutrição que satisfaçam não só as necessidades básicas, mas também a atividade neuronal, o palestrante esclareceu as dúvidas dos familiares e profissionais presentes. “Prefiro dizer que sempre é cedo para começarmos a mudar, e não que nunca é tarde”, afirmou Mustacchi que há 38 anos trabalha com o tema e possui aproximadamente 7.800 pacientes com SD. O Minas Down agradece a parceria da faculdade Estácio de Sá, Matrix Áudio e Vídeo, Divino Buffett e às instituições Família Down, APABB, Instituto Meta Social e Mano Down.